© 2019 | FitPostural

Com 10 sessões você perceberá a diferença, com 20 sessões os outros irão perceber a diferença e com 30 sessões você terá um novo corpo.
 

ÊNFASE EM REABILITAÇÃO

Nesta modalidade temos como objetivo básico tratar e prevenir as lesões do sistema locomotor, mediante a um diagnóstico médico nossos profissionais colhem informações, avaliam a postura e os movimento lesivos que cada paciente apresenta.

 

A partir dessa avaliação, são direcionados exercícios com intuito de promover alinhamento postural propiciando um corpo mais ergonômico, diminuindo e tratando sobrecargas que geram lesões permanentes ao aparelho locomotor.

 

O programa Pilates reabilitação utiliza todos os equipamentos de Pilates, acessórios e técnicas do condicionamento funcional para oferecer a segurança e eficácia durante o movimento.

 

ÊNFASE EM GESTANTES E PUÉRPERAS

O Pilates durante a gestação vem sendo cada vez mais recomendado pelos obstetras, já que é um exercício que pode ter intensidade de leve a moderada (recomendado nessa fase), contribuindo para uma manutenção ou recuperação da flexibilidade, postura, circulação, bem estar, fortalecimento e condicionamento físico e consciência corporal.

Primeiramente a gestante deve ser atestada pelo seu médico, certificando que não seja uma gravidez de risco e normalmente os exercícios podem ser iniciados a partir das 14 semanas. Havendo liberação médica, não basta procurar um profissional que ensine o método Pilates, o ideal é que o fisioterapeuta seja especialista e domine as técnicas adequadas para cada momento da gravidez.

 

Os exercícios devem ser elaborados semanalmente de acordo com a idade gestacional e queixas da paciente para que a prática se torne segura. Não havendo quaisquer desconfortos em sua prática, o Pilates pode ser praticado até o último mês de gestação.

 

Durante a gestação, os músculos abdominais se distendem para acomodar o crescimento do bebê, levando ao enfraquecimento muscular e abertura da faixa abdominal (diástase abdominal). Os músculos do assoalho pélvico também sofrem grande pressão durante a gestação devido ao peso e ação hormonal, gerando maior fraqueza, incoordenação, tensão ou flacidez excessiva desses músculos. Se os músculos pélvicos ficam fracos demais, algumas mulheres podem ter problemas como escapes de urina ao tossir, espirrar e dar risada. No caso da musculatura abdominal, pode haver dor nas costas ou na região pélvica, assim como maiores chances de adquirir hérnias umbilicais.

 

As pacientes serão estimuladas a trabalhar e preparar o assoalho pélvico e o abdome de maneira segura durante toda a gestação, de maneira individualizada. Esse trabalho é muito importante, pois diminuirá o risco de diástase abdominal, queda dos órgãos pélvicos e incontinências urinárias, assim como ajudará na estabilização segmentar dos músculos profundos, que mais sofrem com as alterações da gestação, contribuindo para aliviar dores na coluna e dor ciática. 

Para as puérperas, também é necessário liberação medica, que normalmente se da após 40 dias do parto e uma avaliação do seu obstetra e preferencialmente de um fisioterapeuta especialista. O objetivo nessa fase é a reabilitação desse novo corpo que sofreu tantas alterações, de acordo com a individualidade de cada paciente e suas queixas.

 

ÊNFASE PARA TERCEIRA IDADE

Notamos que com o passar dos anos é natural que haja diminuição de importantes capacidades funcionais, como a piora do equilíbrio, os músculos enfraquecem, a resistência diminui, a postura já não é mais a mesma, a caminhada fica mais lenta e determinadas atividades de vida diária já não são mais fáceis e corriqueiras. É fato que o envelhecimento causa a perda de massa óssea e muscular, fraqueza e dores no corpo.

 

Nessa modalidade a prática do método Pilates é fundamental para restaurar a qualidade de vida e preserva - lá. Os exercícios são leves, balanceados e de baixo impacto. Nosso principal objetivo é preservar e restaurar a capacidade muscular, ajudar o paciente a manter-se em equilíbrio para realizar tarefas do cotidiano e prevenir os efeitos deletérios de possíveis Artroses e Reumatismos.

 

Os praticantes notam mudanças imediatas na sua força e mobilidade, coordenação motora, melhora da capacidade respiratória, postura, dores e por esses benefícios a importância em desafiar a mobilidade mesmo quem esteja inativo

 

ÊNFASE PARA ATLETAS

Nessa modalidade os exercícios de Pilates contribuem para melhorar a performance nas competições, evitar lesões e melhorar o aproveitamento biomecânico, diminuindo sobrecargas nas articulações, ossos, músculos e possibilitando maior economia nos movimentos, mais fluidez, estabilidade e controle durante o ato esportivo.

 

O trabalho envolve os componentes do CORE CENTRAL (músculos estabilizadores de tronco e pelve), CORE PERIFÉRICO (músculos estabilizadores de ombros, cotovelos, punhos, quadril, joelhos, tornozelos) e inclui treinamentos de: força, flexibilidade, estabilização dinâmica, velocidade, agilidade, potência, pliometria (saltos) e resistência.

 

Desta maneira, adaptamos o Pilates à sua prática esportiva como golfe, tênis, corrida, natação e etc. Sempre pensando em melhorar seu desempenho atlético, mas deixando seu corpo estável e equilibrado diminuindo o risco de lesões.

Transforme A motivação em hÁbito